No dia 15 de fevereiro de 2011 a Qliktech colocou em seu site uma noticia (clique aqui para ler a noticia completa, em inglês) informando que a Policia da Suécia utilizou o Qlikview para realizar a análise dos dados de um caso de assassinatos em série.

A análise dos dados do caso proporcionou um avanço mais rápido nas investigações e com isso conseguiram encontrar o autor dos crimes com maior agilidade, se os mesmos dados fossem analisados manualmente por um policial o mesmo levaria 43 anos para que as investigações tivessem o mesmo resultado.

“A rapidez é essencial em qualquer ação policial em todo o mundo”, afirmou o Investigador Berth Simonsson. “Com essa tecnologia avançada podemos salvar vidas, antecipar atos criminosos e localizar comportamentos anti-sociais”.

Os crimes ocorreram na cidade sueca Malmö, onde as pessoas foram alvejadas em quanto estavam em pontos de ônibus, dentro de carros ou quando iam entrar em casa. Uma pessoa morreu e várias outras ficaram feridas nos ataques.

A policia de Skåne (Sul da Suécia) possui cerca de 100 aplicações Qlikview, desenvolvidas nos últimos 3 anos. O Inspetor de Policia de Malmö, Berth Simonsson, faz parte de uma equipe de duas pessoas que prestam suporte a 3500 agentes, incluindo 50 inspetores. Apesar da policia de Malmö ser cliente Qlikview há algum tempo, essa foi a primeira vez que o Qlikview foi utilizado para realizar analise criminal.

Para este caso, foram carregados dez anos de relatórios criminais (dois milhões de relatórios, compreendendo dois bilhões de linhas de dados) para uma aplicação QlikView. Demorou apenas três horas para carregar os dados e a configurar relatórios interativos. Graças ao poder de análise do QlikView para processar informações de diversas fontes, tornando possível ao departamento Policial adicionar e cruzar informações ou referências fornecidas, em qualquer momento, pelas testemunhas dos atos criminosos.

Segundo o inspetor Simonsson: “O QlikView tem sido uma ferramenta que nos ajuda a poupar muito trabalho. Os inspetores fazem perguntas e o QlikView responde imediatamente. Ao invés de analisarmos os relatórios manualmente, é possível analisar grande quantidade de informação rapidamente para encontrar coincidências que, de outra forma, seria impossível em tão curto espaço de tempo”.

Agora que os inspetores da Polícia já experimentaram o potencial do QlikView na resolução de crimes, eles poderão utilizá-lo cada vez mais no seu dia-a-dia. O departamento Policial rastreia cada ano em Skåne aproximadamente 10.000 pessoas e com o QlikView eles podem investigar em pouco tempo quem cometeu infrações ou teve uma ação suspeita. Atualmente, a Polícia Sueca tem planos para desenvolver aplicações para monitorar os assaltos e roubos de carros. Pretende também utilizar o QlikView para reduzir a criminalidade em outras áreas específicas.

Essa é uma noticia bem interessante e que chamou minha atenção.

O Qlikview serve para realizar analise de dados de processos judiciais, policiais ou qualquer outra situação que tenha uma base de dados o Qlikview pode ser usado para realizar as analises.

Fonte: Qlikview